Notícias

Fórum “Envelhecimento Ativo” mobilizou perto de 100 participantes

Foi no Salão Nobre dos Paços do Concelho que se falou sobre a temática.

Organizado pela Rede Social do Concelho, em parceria com o Núcleo Distrital de Viseu da EAPN Portugal, o Fórum Participativo contou com a participação de representantes destas instituições; de Palmira Sousa, da Fundação Mariana Seixas e de António Silvestre, da USCSAL – Universidade Sénior de Carregal do Sal.

Moderado por Tiago Caio, da EAPN, e participado por idosos do Concelho, profissionais da área da Saúde, das Forças de Segurança, de IPSS e de técnicos de Câmaras Municipais, o Fórum começou com as boas vindas pela Presidente da Rede Social concelhia, Ana Cristina Borges.

A responsável começou por referir a importância da análise e discussão da temática e sublinhou que esta “é uma caminhada que se faz a passos curtos, mas firmes”, lembrando, a propósito, as diversas iniciativas que se têm realizado em termos concelhios com enfoque nos idosos.

Aproveitou ainda para agradecer a parceria/colaboração das diversas entidades com quem tem trabalhado a Rede Social e, de forma particular, à EAPN pela presença na iniciativa em causa.

Cátia Azevedo, da EAPN da Guarda fez depois a apresentação dos resultados do estudo referente aos Fóruns Participativos que decorreram entre março e agosto de 2017, em 9 distritos.

Desde logo, referiu que o Envelhecimento Ativo é um Envelhecimento Positivo lembrando algumas conclusões retiradas da participação dos idosos nessas iniciativas:
- Envelhecer positivamente é ter saúde;
- As acessibilidades e os transportes são essenciais;
- Os idosos querem serviços mais humanizados;
- Estar ocupado é estar envolvido e, logo, participar;
- A precaridade económica é incompatível;
- A família é muito importante no acompanhamento do processo.

Seguiram-se intervenções breves sobre testemunhos pessoais por parte dos elementos da mesa e logo depois um espaço para troca de ideias e perguntas/respostas.

Antes do final do fórum Participativo, Mimi Fontes declamou o poema de Manuel Alegre “Trova do tempo que passa” e Inês Ribeiro e Orísia Silvestre, alunas da Universidade Sénior de Carregal do Sal, apresentaram o momento de animação da iniciativa - o sketch teatral “Demónios”.

Data de Publicação: 27/02/2018